Português Italian English Spanish

Tucura não faz e Azambuja promete pontes de concreto em Ribas do Rio Pardo

Tucura não faz e Azambuja promete pontes de concreto em Ribas do Rio Pardo


Governador diz que vai fazer pontes nas estradas vicinais para prefeitos que não conseguem fazer

Prometendo investir recursos do Fundo de Desenvolvimento do Sistema Rodoviário de Mato Grosso do Sul (FUNDERSUL) na pavimentação da MS-338, entre Camapuã e Ribas do Rio Pardo, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB), disse em entrevista ao programa Giro de Notícias, em 3 de março, que irá fazer mais de 150 pontes de concreto, boa parte delas nas estradas vicinais onde os prefeitos não conseguem fazer.

De acordo com a reportagem do site Rádio Web MS, Camapuã e Ribas são dois dos muitos municípios que precisam deste suporte do Governo Estadual. O anúncio com conotação ‘político-eleitoreira’ acontece no mês de aniversário dos 76 anos de Ribas do Rio Pardo.

“Esse bi-trem carrega 100 toneladas, então as pontes de madeira não aguenta o tráfego pesado, por isso 150 novas pontes previstas em estradas estaduais, que são as MS’s, mas também atendendo muito as demandas municipais, porque tem município que tem uma vicinal que é responsabilidade do Município mas não consegue fazer a ponte de concreto. Aí o Governo do Estado tem sido parceiro”, pontuou o governador tucano no início do mês.

CADÊ OS 8,7 MILHÕES DO ITR? 

O Imposto Territorial Rural, é uma das principais fontes de arrecadação da Prefeitura de Ribas do Rio Pardo (MS). Por ser um dos maiores municípios brasileiros, a arrecadação deste imposto específico, também é altíssima.

Sempre que tem oportunidade, o prefeito Paulo Tucura reclama da imensa extensão territorial do município. Tucura diz que o tamanho município encarece o transporte escolar e demanda de grande quantidade de recursos para a manutenção das estradas vicinais, indispensáveis para o escoamento da produção.

Porém, não há registros de que o prefeito tenha agradecido o lado bom desta história: R$ 8.779.448,03 (Oito milhões, setecentos e setenta e nove mil, quatrocentos e quarenta e oito reais) de ITR arrecadados só nos últimos seis meses. Boa parte deste dinheiro, banca a lista interminável de dezenas de assessores e comissionados da Gestão Tucura que não para de crescer.

Neste mandato, a arrecadação de ITR está na casa dos R$ 30 milhões. Lamentavelmente, fazendeiros e trabalhadores da zona rural, assim como os moradores da cidade, recebem em troca desta pesada carga tributária, péssimos serviços públicos.

Enquanto isso, os produtores seguem à mercê da promessa do governador. 

Por Kleber Souza/Rio Pardo News em 30 de março de 2020

 riopardonews@gmail.com
 (67) 99107-6961
 facebook.com/RioPardoNews
 (67) 99107-6961