Português Italian English Spanish

Zé Cabelo é demitido da Assomasul para tentar ser prefeito de Ribas pela 4ª vez

Zé Cabelo é demitido da Assomasul para tentar ser prefeito de Ribas pela 4ª vez


Procurado pela reportagem, via WhatsApp, Zé Cabelo visualizou nossos questionamentos mas não respondeu.

A Associação dos Municípios de Mato Grosso do Sul – Assomasul, demitiu no último dia 31, seu diretor-geral, José Domingues Ramos, o Zé Cabelo. A informação foi dada com exclusividade pelo presidente da entidade, Pedro Arlei Caravina.

Nesta segunda-feira, dia 13, o Diário Oficial dos Municípios tratou a saída do ex-prefeito como “afastamento definitivo”. De acordo com publicação, o motivo da desincompatibilização é para concorrer ao cargo de prefeito em Ribas do Rio Pardo (MS).

Procurado pela reportagem, via WhatsApp, Zé Cabelo visualizou nossos questionamentos mas não respondeu.

A intenção de concorrer à prefeitura de Ribas pela 4ª vez, ainda não havia sido confirmada oficialmente. Zé Cabelo ocupava o cargo político de Diretor Geral da Assomasul desde 2017, quando passou o mandato para seu então vice, o atual prefeito Paulo Tucura.

Com esta decisão, Zé Cabelo que fracassou como empresário e construiu legado de populista e assistencialista na política, parece ainda acreditar em seu potencial de administrador e, mesmo depois de ter sido cassado por compra de votos e preso por crime eleitoral, tentará convencer o eleitor rio-pardense que ainda tem ‘lenha pra queimar’.

É público e notório que Zé Cabelo não sente vergonha de representar a velha política. É o responsável pela 'criação' de diversos medalhões da política local, como o ex-prefeito Roberson Moureira e o atual prefeito, Paulo Tucura. O tucano que já foi ‘da cozinha’ de André Puccinelli, hoje é correligionário e apadrinhado do governador Reinaldo Azambuja (PSDB). 

Esses estreitos laços, sempre garantem o bom padrão de vida do político através de cargos generosos de assessoria no Governo Estadual. Em épocas de vacas magras quando não está no poder o refúgio é garantido. A exemplo da situação atual em que estava empregado na cúpula da Assomasul com salário mensal que pode chegar a R$ 10 mil.

A prática imoral não tem limites e se estende aos filhos do ex-prefeito. Todos desfrutam das benesses do poder até hoje.

QUASE 40 ANOS DE PRAIA...

A estreia de Zé Cabelo na política aconteceu em 1982, quando fez 123 votos e fracassou como candidato a vereador pelo PDS. O partido também foi o primeiro de outros figurões da política brasileira como José Sarney, Paulo Maluf e Antônio Carlos Magalhães. 

Por Kleber Souza/Rio Pardo News em 15 de abril de 2020

 riopardonews@gmail.com
 (67) 99107-6961
 facebook.com/RioPardoNews
 (67) 99107-6961