Português Italian English Spanish

Viagem de vereadores de Ribas à Brasília-DF custou R$12 mil e quase terminou em tragédia

Viagem de vereadores de Ribas à Brasília-DF custou R$12 mil e quase terminou em tragédia

Superficialmente é possível ter a estimativa de que os vereadores Lourenço, Paulo da Pax e Paulinho, tiveram de fato, uma despesa total de aproximadamente R$ 2700.

Cerca de 2% dos representantes das Câmara Municipais do Brasil, prestigiaram a conferência.

A participação de três vereadores de Ribas do Rio Pardo-MS no 6º Congresso Nacional de Legislativos Municipais, nos dias 21, 22 e 23 de agosto, custou aos cofres públicos do Município, R$ 12.000,00 (Doze mil reais), em diárias. De acordo com do site de transparência da Câmara, Lourenço da Vidraçaria (PR), Paulo da Pax (PR) e Paulinho Machado (MDB) receberam quatro diárias de R$ 1.000,00, para o evento que durou três dias.

A viagem à capital federal foi feita pelos três vereadores em um só carro particular em um percurso de, ida e volta, 2000 quilômetros em média.

Nesta segunda-feira, dia 27, o site Portal Conexão MS noticiou que, durante o retorno à Ribas do Rio Pardo, o carro em que estavam os três vereadores se envolveu em um acidente na região da cidade de Itajá-GO. A assessoria de comunicação da Câmara confirmou a informação e relatou que "todos estão bem fisicamente", entretanto sem detalhes de como, onde e porque teria ocorrido o acidente. A nota diz "Não pretendem se pronunciar".

A reportagem do site Rio Pardo News teve acesso a depoimentos ricos em detalhes de como tudo teria ocorrido. Por muito pouco uma tragédia deixou de acontecer.

COMO TERIA OCORRIDO O ACIDENTE

Uma forte chuva caía na região, entre Cassilândia-MS e Itajá-GO, durante o acidente. Uma tempestade teria então, jogado na rodovia um galho de grande porte. As informações dão conta de que o vereador Paulo da Pax conduzia o veículo e quando foi surpreendido pelo galho na pista, conseguiu desviar realizando manobra brusca. Entretanto, teria perdido o controle do carro, deslizado e 'saído' da pista.

Outro relato conta que os vereadores 'viram a morte de perto'. No momento da derrapagem, uma carreta que trafegava no mesmo sentido do veículo, estava bem próxima e por muito pouco não atingiu o carro. Felizmente ninguém se feriu, mas os danos no veículo foram tantos que a seguradora teria constatado a 'perda total'.

A diária em quarto triplo no Brasília Imperial Hotel, sai por R$ 269 com café da manhã incluso.

OS GASTOS EM BRASÍLIA-DF

De acordo com a organização da conferência em que os vereadores dizem ter participado, menos de 300 vereadores, vindos de 16 estados compareceram no evento. Levando em consideração os mais de 64 mil vereadores brasileiros. Cerca de 2% dos representantes das Câmara Municipais do Brasil, prestigiaram a conferência.

Em uma rápida pesquisa na internet, é possível constatar que a diária em quarto triplo no local do evento, o Brasília Imperial Hotel, no Setor Hoteleiro Sul, sai por R$ 269 com café da manhã incluso. Logo, três diárias, sem desconto, para os três vereadores ficariam R$ 807.

Em combustível, utilizando um carro de luxo, os vereadores riopardenses não teriam como consumir mais que R$ 1 mil para ir e voltar, independente do veículo ser a diesel, álcool, ou gasolina.

Em alimentação, comendo do bom e do melhor, os vereadores dificilmente conseguiriam consumir nos três dias, em almoço e janta, R$ 100 cada um. Logo, no total, chegamos a despesa de R$ 900. 

Superficialmente é possível ter a estimativa de que os vereadores Lourenço, Paulo da Pax e Paulinho, tiveram de fato, uma despesa total de aproximadamente R$ 2700. Entretanto, custaram ao bolso do contribuinte riopardense R$ 12 mil.

Por Kleber Souza/Rio Pardo News

 riopardonews@gmail.com
 (67) 98454-6626
 facebook.com/RioPardoNews