Português Italian English Spanish

Vereadora Sônia Passos pode ser considerada a grande "vilã" pela derrota de vereadores independentes

Vereadora Sônia Passos pode ser considerada a grande "vilã" pela derrota de vereadores independentes

Então, (ex) eleitores da Sônia, analisam que ela jamais deveria atuar, politicamente, favorável aos governistas.

A vereadora é comadre e prima do principal oposicionista do atual prefeito Paulo Tucura, o ex-prefeito José Domingues Ramos, o Zé Cabelo.

Por Kleber Souza

Um dia após o Rio Pardo News ter divulgado que os dois votos decisivos para a derrota do grupo dos verdadeiros vereadores e vereadora independentes, na definição da nova Mesa Diretora da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo, ter em sido das vereadoras "vira-casaca" Sônia Passos e Fabiana Galvão, os observadores políticos de plantão foram unânimes em dizer que o voto favorável da vereadora Sônia , foi o pior dos 7 situacionistas.

Os analistas apontam vários motivos, entre eles o fato de que a vereadora é comadre e prima do principal oposicionista do atual prefeito Paulo Tucura, o ex-prefeito José Domingues Ramos, o Zé Cabelo.

"Foi Zé Cabelo que colocou Sônia na política e ela sempre foi considerada a maior defensora de Zé Cabelo, principalmente quando disseram que Paulo Tucura teria participado de tentativa de cassação do Zé Cabelo, quando ele foi prefeito, de 2013 a 2016", comentam, revoltados, alguns eleitores da vereadora. Eles dizem, inclusive no Facebook: "Sônia, nunca mais!".

Outro motivo, mais recente, seria a prisão de Zé Cabelo no dia 28 de outubro, dia do segundo turno das eleições. Foi Sônia que enviou áudios em grupo de WhatsApp pedindo a Zé Cabelo para transportar eleitores para votar. Ela e ele foram presos.

Então, (ex) eleitores da Sônia, analisam que ela jamais deveria atuar, politicamente, favorável aos governistas. "Jamais deveria ter votado a favor da chapa do prefeito", crucificam moradores de Ribas.

Ela disse na tribuna que seu voto não faria diferença. "Então só é professora de português e não sabe contar, afinal se Sônia declarasse antecipadamente seu voto e votasse com os independentes, seria mais fácil empatar ou fazer alguém do outro lado abster-se". Em caso de empate em 5 a 5, os independentes ganhariam porque a presidência ficaria com o mais idoso, o vereador Luiz do Sindicato.

Sônia está no PSDB (por enquanto) e votou favorável a vereadores do MDB, partido do prefeito e considerado o maior reforço oposicionista na eleição que quase tirou o atual governador tucano do poder em Mato Grosso do Sul. As matérias do Rio Pardo News mostrando o voto "traíra" da vereadora Sônia Passos, chegaram a mesa do governador no Parque dos Poderes, que balançou a cabeça em sinal de reprovação.

 riopardonews@gmail.com
 (67) 99107-6961
 facebook.com/RioPardoNews
 (67) 99107-6961