Português Italian English Spanish

Vereadora e ex-prefeito do PSDB de Ribas estão presos por flagrante de transporte de eleitores

Vereadora e ex-prefeito do PSDB de Ribas estão presos por flagrante de transporte de eleitores

Ambos passaram a noite atrás das grades e, na tarde de hoje (29), só serão liberados após pagamento de fiança.

Zé Cabelo e Sônia estão presos na Delegacia de Ribas que um dia já recebeu benfeitorias de suas ações políticas e, hoje os abrigam. (Foto Rio Pardo News)

Por Kleber Souza

A Polícia Civil de Ribas do Rio Pardo divulgou relatório do trabalho realizado durante a votação de domingo e nele consta, hoje, a prisão em flagrante do ex-prefeito José Domingues Ramos, o Zé Cabelo, e da vereadora Sônia Passos, ambos do PSDB.

Segundo relatório, que está a disposição da imprensa no sistema SIGO, da Diretoria Geral da Policia Civil do Estado, o flagrante é por transporte ilegal de eleitores durante a votação de domingo (28).

O delegado Bruno Santacatharina, escreveu que recebeu várias denúncias de que, tanto a vereadora quanto o ex-prefeito, estavam transportando os eleitores, inclusive com áudio e filmagens.

Zé Cabelo é flagrado transportando eleitores próximo à Escola ISA (Foto: Reprodução WhatsApp)

O primeiro a ser preso foi Zé Cabelo, quando estava dirigindo sua camionete Chevrolet S-10 de cor prata, em uma rua lateral da Escola ISA, por volta das 16h. Dentro, estariam duas eleitoras, que confirmaram o transporte ilegal em seus depoimentos.

Em seguida, a Polícia prendeu a vereadora Sônia Passos. Ela foi conduzida coercitivamente e chegou a pé na Delegacia da cidade porque teria se recusado a entrar no camburão.

Ambos passaram a noite atrás das grades e, na tarde de hoje (29), só serão liberados após pagamento de fiança. O valor pode ser entre 15 e 20 salários mínimos. A pena, caso condenados, será entre 4 e 6 anos de cadeia.

A Polícia está de posse de áudios com a voz da vereadora Sônia pedindo o transporte ilegal ao ex-prefeito, via Whatsapp. A Polícia investiga se outros integrantes do partido também teriam cometido o mesmo crime, conforme outros áudios.

 riopardonews@gmail.com
 (67) 98454-6626
 facebook.com/RioPardoNews