Português Italian English Spanish

TV Morena denuncia 'lotações' entre Ribas e Campo Grande. Riopardenses defendem o trabalho dos autônomos

TV Morena denuncia 'lotações' entre Ribas e Campo Grande. Riopardenses defendem o trabalho dos autônomos


Para Vanessa Costa, a reportagem da TV é um desfavor para os riopardenses.

Kleber Souza/Rio Pardo News

A afiliada da Rede Globo em Mato Grosso do Sul, através do núcleo de investigações da TV Morena, produziu reportagem especial sobre o transporte irregular de passageiros entre Ribas do Rio Pardo e Campo Grande. As chamadas lotações. A denúncia, intitulada "Motoristas transportam irregularmente passageiros entre Campo Grande e Ribas", teve super produção e questionou os usuários: 'Você pagaria pra fazer uma viagem sem segurança?', e afirmou que 'são quase 200 quilômetros de ida e volta na clandestinidade'. 

A matéria de quase 9 minutos, foi ao ar na manhã desta segunda-feira, dia 30, no Bom Dia MS e reapresentada no MS TV 1ª Edição.

Com uma câmera escondida, o repórter da TV Morena negociou uma corrida pra Ribas na Rua 13 de Maio, no centro de Campo Grande-MS. "Pra ir até Ribas é R$22", disse um dos trabalhadores autônomos, que faz a prática diariamente. 

Já dentro do carro o repórter relata que o motorista apresenta 'um certo cuidado com a segurança' dos passageiros, ao alertar: Aperta o cinto aí que a nave vai decolar!. Entretanto, na sequência foi registrado uma imprudência grave o motorista. "Nosso produtor fez o percurso e flagrou o motorista usando o celular no meio da estrada. repare que ele tira os olhos da rodovia várias vezes pra olhar o aparelho". 

Além de fazer a viagem de ida e volta em lotações e flagrar três veículos, a reportagem da TV Morena entrevistou passageiros que confirmaram usar o serviço. Um especialista em trânsito também foi consultado. Ayrton Rodrigues, diretor de fiscalização da Agepan, relata que há diversas exigências para o transporte de passageiros. "O próprio condutor não ser habilitado na categoria D, como é exigido, e não ter a qualificação e o preparo. 

Contraponto: população de Ribas defende lotações

A apresentadora do MS TV 1ª Edição, Bruna Mendes, que inicia destacando a clandestinidade da lotações, encerra a matéria fazendo um contraponto, e entendendo a necessidade dos motoristas que exercem o trabalho como 'ganha pão'. 

"A gente sabe a dificuldade das pessoas conseguirem um emprego. E as pessoas se viram como pode", disse.

Moradores de Ribas do Rio Pardo também defende o trabalho dos motoristas que atuam com as lotações. Para Vanessa Costa, a reportagem da TV é um desfavor para os riopardenses. Ela entende com injustiça, criminalizar e mostrar o rostos dos motoristas. "Infelizmente o trabalho deles é irregular mesmo, porém não temos uma empresa que preste esse tipo de serviço com excelência, pois a Viação São Luiz você nunca sabe se vai ter ônibus ou não, ou se o ônibus vai quebrar na estrada e você ficar horas esperando socorro como acontece sempre, perder compromissos, etc", escreveu Vanessa no Facebook.

Vanessa contesta a qualidade dos serviços regulamentados, como ônibus e vans. "Cansei de ver muitas delas, mesmo não tendo mais vaga colocando pessoas dentro e levando elas de uma cidade para outra em pé, e já ouvi muitas pessoas falarem que quando chegam em pontos de fiscalização na estrada, pedem para as pessoas que estão em pé sentar no ''chão'' para os policiais não verem em pé.

Indignada, a moradora pergunta se isso também não é um risco para a segurança dos passageiros. "Engraçado é que não entrevistaram ninguém falando mal dos serviços da Viação São Luiz, e olha que tem muita gente aqui em Ribas que reclama. TV Morena sendo Rede Globo...", finalizou. 

A publicação de Vanessa, em forma de desabado e em defesa dos 'lotadores', teve enorme repercussão e ganhou apoio de dezenas de internautas. O advogado João Alfredo se solidarizou com a publicação de Vanessa. "Infelizmente esses cartéis falam mais alto e quem perde é o pobre do contribuinte, que não tem transporte à altura e com um preço justo! Lamentável!!"

Clique no link abaixo e assista na íntegra a reportagem: 

Motoristas transportam irregularmente passageiros entre Campo Grande e Ribas

 riopardonews@gmail.com
 (67) 99107-6961
 facebook.com/RioPardoNews
 (67) 99107-6961