Português Italian English Spanish

Reprovados: primeiro pai Zé Cabelo foi preso e agora seu filho afastado do cargo pela Justiça

Reprovados: primeiro pai Zé Cabelo foi preso e agora seu filho afastado do cargo pela Justiça

Ele foi alvo da Operação Reagente, e seu afastamento do cargo comissionado ocorre por operação que combate fraude em licitações

Responsável pela Coordenadoria de Processamento Licitatório, José Roberto Scarpin Ramos. (Foto Governo MS)

Por Kleber Souza

A população de Ribas do Rio Pardo sequer teve tempo de esquecer o escândalo político que foi a prisão do ex-prefeito José Domingues Ramos, o Zé Cabelo, e agora seu filho, José Roberto Scarpin Ramos, foi afastado do cargo de alto escalão no Governo do Estado por suspeita de envolvimento em fraude licitatória.

Zé Cabelo foi preso em flagrante no dia 28 de outubro por transporte ilegal de eleitores, solicitado em áudio pela vereadora Sonia Passos (PSDB), que também foi presa. A prisão de ambos nada tem a ver com o afastamento do filho do ex-prefeito, Zé Roberto.

Ele foi alvo da Operação Reagente, desencadeada pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (GAECO) nesta sexta-feira, dia 30, e seu afastamento do cargo comissionado ocorre, um mês e dois dias depois, por operação que combate fraude em licitações no Hospital Regional de Campo Grande.

José Roberto Scarpin Ramos, tem 34 anos, e ocupa desde o início do Governo Azambuja, cargos de expressão na Governadoria. Atualmente ele é Superintendente e Coordenador de Processamentos Licitatórios. Seu salário é superior a R$ 7 mil. 

A investigação conduzida pelo GECOC e GAECO têm por fim apurar crimes de fraude em licitação, peculato, corrupção ativa e Passiva e organização criminosa, tendo como fato a compra e locação de equipamentos e produtos hospitalares, pelo Hospital Regional Rosa Pedrossian, com envolvimento de empresas situadas na Capital e no Estado de São Paulo.

Clique no link abaixo e assista, na integra, a notícia da TV Morena (Globo):

Gaeco faz operação para combater fraudes em licitações no HR de Campo Grande

Promotor de justiça chega ao Hospital para cumprimento de mandados. - Foto: Bruno Henrique / Correio do Estado
 riopardonews@gmail.com
 (67) 98454-6626
 facebook.com/RioPardoNews