Português Italian English Spanish

Polícia recolhe Pitt Bull e apura denúncia de maus-tratos em Ribas do Rio Pardo

Polícia recolhe Pitt Bull e apura denúncia de maus-tratos em Ribas do Rio Pardo


O proprietário do Pitt Bull alegou que sempre cuidou bem dos animais

O vídeo de um morador do Jardim do Trabalhador, em Ribas do Rio Pardo (MS), tentando com o auxílio de uma enxada, separar a briga de cachorros na rua, revoltou moradores e o caso chegou ao conhecimento das autoridades, nesta quarta-feira, dia 22, através de denúncia na Delegacia de Polícia. Assista abaixo, partes do vídeo. As cenas são fortes. 

O delegado Bruno Santacatharina contou ao Rio Pardo News que o cachorro da raça Pitt Bull foi recolhido em um primeiro momento e depois devolvido ao dono sob compromisso.

“Em contato com o órgão responsável pelos animais, foi analisado que o cão era aparentemente bem cuidado, com vacinação em dia. Então, o dono foi alertado de que, caso surja mais alguma denúncia, perderá o animal. Paralelamente a isso, irá responder pelo crime de maus-tratos”, pontuou.

De acordo com a autoridade policial, o proprietário do Pitt Bull alegou que sempre cuidou bem dos animais, mas que foi um deslize tentando colocar fim na briga dos cachorros na rua. O dono do cachorro foi conduzido à Delegacia e ao final liberado.

De acordo com a moradora Liliane Benega, o dono dos cachorros sempre os deixam soltos na rua e também bate com frequência nos animais. “Esse mesmo cachorro entrou dentro da casa de um outro vizinho e matou um cachorro”.

ASSISTA:

É CRIME! 

Caso você presencie maus-tratos a animais de quaisquer espécies, sejam domésticos, domesticados, silvestres ou exóticos – como abandono, envenenamento, presos constantemente em correntes ou cordas muito curtas, manutenção em lugar anti-higiênico, mutilação, presos em espaço incompatível ao porte do animal ou em local sem iluminação e ventilação, utilização em shows que possam lhes causar lesão, pânico ou estresse, agressão física, exposição a esforço excessivo e animais debilitados (tração), rinhas, etc. –, vá à delegacia de polícia mais próxima para lavrar o Boletim de Ocorrência (BO), ou compareça à Promotoria de Justiça do Meio Ambiente.

A denúncia de maus-tratos é legitimada pelo Art. 32, da Lei Federal nº. 9.605, de 12.02.1998 (Lei de Crimes Ambientais) e pela Constituição Federal Brasileira, de 05 de outubro de 1988.

DENUNCIE! 

Como proceder nas delegacias

Cumpre à autoridade policial receber a denúncia e fazer o boletim de ocorrência. O policial que se negar a agir estará cometendo crime de prevaricação (retardar ou deixar de praticar, indevidamente, ato de ofício, ou praticá-lo contra disposição expressa de lei, para satisfazer interesse ou sentimento pessoal - art. 319 do Código Penal). Caso isso aconteça, há como queixar-se ao Ministério Público ou à Corregedoria da Polícia Civil.

Por Kleber Souza/Rio Pardo News em 22 de abril de 2020

 riopardonews@gmail.com
 (67) 99107-6961
 facebook.com/RioPardoNews
 (67) 99107-6961