Português Italian English Spanish

Plano de Saneamento Básico é apresentado em Ribas do Rio Pardo

Plano de Saneamento Básico é apresentado em Ribas do Rio Pardo


O projeto começou a ser feito em 2011, mas foi paralisado e retomado em 2017.

Após retomar um convênio com a FUNASA (Fundação Nacional de Saúde), a Prefeitura Municipal de Ribas do Rio Pardo apresentou o Plano Municipal de Saneamento Básico da cidade, nesta sexta-feira (5). O projeto começou a ser feito em 2011, mas foi paralisado e retomado em 2017.

De acordo com a Prefeitura, a entidade federal foi responsável pela liberação de R$ 207.765,00 e o Executivo entrou com uma contrapartida de R$ 4.240,12, totalizando R$ 212.000,00 para a execução do plano. 

“O saneamento básico é um conjunto de medidas que visam garantir a preservação ambiental e a manutenção de resíduos através de serviços de abastecimento de água potável, esgotamento sanitário, drenagem, limpeza urbana e manejo de resíduos sólidos e águas pluviais. A cada dólar gasto em obras de saneamento, mais de 30 são economizados em saúde pública”, informou o órgão. 

“A elaboração do plano está prevista em lei e, a partir de 2019, as cidades que não tiverem plano de saneamento básico deixarão de receber verbas federais que seriam destinadas à manutenção do saneamento ambiental”, explicou Bento da Silva Machado, técnico da FUNASA.

Segundo o Secretário de Desenvolvimento Econômico, Diógenes Marques, responsável também pelo Meio Ambiente, quando se fala em saneamento básico, se fala também em saúde e qualidade de vida da população. Atualmente a cidade recolhe e faz a destinação correta de todos os seus resíduos sólidos. Este trabalho começou a ser executado este ano. Até então o lixo recolhido ia para um lixão. “Hoje não há mais pessoas trabalhando em condições insalubres e nem risco de contaminação dos lençóis freáticos, fazemos tudo de acordo com o que a legislação pede”, explicou.

Marques salientou ainda que é importante estar de acordo com a lei para que a cidade não perca recursos no futuro. “Temos no estado o ICMS Ecológico, ou seja, a cada meta ambiental atingida, cresce a nossa pontuação e isso retorna em recursos que podem ser aplicados em Ribas”.

Do Capital News

 riopardonews@gmail.com
 (67) 99107-6961
 facebook.com/RioPardoNews
 (67) 99107-6961