Português Italian English Spanish

MS deve receber 34 novos profissionais pelo Mais Médicos em março

MS deve receber 34 novos profissionais pelo Mais Médicos em março

Cronograma de apresentação dos profissionais foi antecipado em 2 semanas

 

Do Correio do Estado

Ministério da Saúde antecipou o cronograma e os 34 brasileiros formados no exterior que selecionaram municípios de MS para atender pelo Mais Médicos devem começar as atividades nos dias 28 e 29 de março, duas semanas antes do inicialmente previsto. 

Desde a saída dos cubanos, o Estado disponibilizou 114 vagas a serem preenchidas pela nova fase do programa e 34 ainda estavam remanescentes, mas todas foram selecionadas pelos profissionais no dia 13 de fevereiro. 

Estes médicos terão entre os dias 12 a 26 de março para a realização da próxima etapa do programa, que é a de acolhimento e avaliação, sendo na sequência encaminhados para o município de alocação.

Em Mato Grosso do Sul, municípios que devem receber os médicos, caso não haja desistência, são Pedro Gomes, Rio Verde de Mato Grosso, Dois Irmãos do Buriti, Costa Rica (2), Iguatemi (3), Bela Vista, Sete Quedas (2), Deodápolis (3), Glória de Dourados (2), Japorã, Paranhos (2), Ivinhema, Santa Rita do Pardo (2), Ribas do Rio Pardo, Bataguassu, Chapadão do Sul, Nova Andradina e Sonora, além de sete médicos em Distrito Sanitário Especial Indígena. 

O módulo de acolhimento destes profissionais será realizado na modalidade presencial pelos Ministérios da Saúde e Educação, em Brasília (DF). Assuntos como a legislação referente ao sistema de saúde brasileiro, o funcionamento e atribuições do SUS, Atenção Básica em saúde, protocolos clínicos de atendimento definidos pelo Ministério da Saúde, Língua Portuguesa e Código de Ética Médica serão tratados durante o treinamento destes profissionais.

Ao todo, 1.397 brasileiros formados no exterior selecionaram vagas remanescentes em 667 localidades, preenchendo assim, todas as 8.517 vagas do atual edital, que ficaram abertas após o fim da cooperação com a Organização Pan-Americana da Saúde (Opas). 

A mudança nos prazos estava sendo estudada pelo Ministério da Saúde, visando agilizar a assistência à população.

 riopardonews@gmail.com
 (67) 98454-6626
 facebook.com/RioPardoNews