Português Italian English Spanish

Fábrica da LD Celulose entrará em operação em fevereiro de 2022

Fábrica da LD Celulose entrará em operação em fevereiro de 2022


Joint venture da Lenzing e Duratex contará com financiamento de US$ 1.1 bilhão coliderado pela IFC e IDB Invest

A LD Celulose, joint venture entre a austríaca Lenzing e a brasileira Duratex criada em 2019, anunciou que contará com o financiamento de US$ 1.1 bilhão, coliderado pela IFC, instituição membro do Grupo Banco Mundial, e o IDB Invest, do Grupo IDB. O financiamento apoiará o programa de investimentos da LD Celulose para 2020-2022, que consiste na construção de uma fábrica de celulose solúvel e na instalação de uma usina de cogeração com capacidade de 144 megawatts. Como parte do projeto, a LD Celulose também plantará e fará o manejo responsável de aproximadamente 70 mil hectares de florestas de eucalipto.

Segundo a empresa, a fábrica que está sendo construída no município de Indianópolis (MG), deverá entrar em operação em fevereiro de 2022. Ela direcionará 40% do excesso da bioeletricidade da usina de cogeração para abastecer a rede pública e terá capacidade para produzir até 500 mil toneladas de celulose solúvel por ano.

O investimento em questão ajudará, de acordo com a LD Celulose, fortalecerá a competitividade da indústria de celulose no Brasil e apoiará a criação de empregos. Além disso, a usina de cogeração contribuirá para o aumento da participação de biocombustíveis sustentáveis e energia renovável na matriz energética brasileira, melhorando a sua diversificação e contribuindo para o esforço local de mitigar as mudanças climáticas. O financiamento também aumentará os padrões de sustentabilidade para a indústria de celulose e o setor de manejo florestal, por meio da adoção pela LD Celulose dos Padrões de Desempenho Ambiental e Social da IFC, maior instituição de desenvolvimento do mundo voltada para o setor privado nos mercados emergentes.

As informações são do Canal Rural

 riopardonews@gmail.com
 (67) 99107-6961
 facebook.com/RioPardoNews
 (67) 99107-6961