Português Italian English Spanish

Em Ribas João Alfredo faz 2.542 votos, fica em 2º e vence Mochi e Odilon

Em Ribas João Alfredo faz 2.542 votos, fica em 2º e vence Mochi e Odilon

Mesmo com todo staff, poder e peso da máquina administrativa, o emedebista registrou apenas 1.003 votos.

Em Ribas, João Alfredo venceu o candidato do prefeito Tucura (MDB) com uma diferença de quase 150%. (Foto Rio Pardo News)

Por Kleber Souza/Rio Pardo News

Se dependesse dos eleitores riopardenses, o cenário para o segundo turno da eleição para governador deste ano, seria outro. A segunda etapa pela corrida ao Governo de MS, que será disputada dia 28, teria Reinaldo Azambuja (PSDB) e João Alfredo (PSOL).

Segundo morador na história de Ribas do Rio Pardo-MS a concorrer ao cargo de governador de Mato Grosso do Sul, o advogado João Alfredo Danieze, registrou 2.542 votos (29,06%) em sua cidade, ficando atrás somente do candidato tucano, Reinaldo Azambuja.

Apoiado por dois ex-prefeitos, Roberson Moureira e Zé Cabelo, o atual governador, que tenta a reeleição, mostrou força e registrou 3.369 votos (38,51%).

Em Ribas, João Alfredo venceu o candidato do prefeito Paulo Tucura, Júnior Mochi (MDB) com uma diferença de quase 150%. Mesmo com todo staff, poder e peso da máquina administrativa, o emedebista registrou apenas 1.042 votos (11,91%).

Diferentemente do restante do Estado, o juiz Odilon do PDT, que vai ao segundo turno com Azambuja, teve votação pouco expressiva e ficou apenas no quarto lugar no município, com 947 votos (10,83%).

O petista Humberto Amaducci ficou em 5º na preferência do eleitor rio-pardense com 799 votos (9,13%). Enquanto o candidato do PV, Marcelo Bluma, segurou a lanterna com apenas 49 votos (0,56%).

A opção governador registrou 497 votos brancos e 686 nulos, em Ribas do Rio Pardo-MS.  *Com 99,97% das urnas apuradas em Ribas do Rio Pardo

 

Azambuja X Odilon: eleição em Mato Grosso do Sul será decidida no segundo turno

A eleição para a gestão 2019-2022 do governo de Mato Grosso do Sul será decidida no segundo turno. O atual mandatário, Reinaldo Azambuja (PSDB), e o juiz federal aposentado Odilon de Oliveira (PDT), voltarão a disputar a preferência dos eleitores no dia 28 de outubro.

Com 100% das urnas eletrônicas do Estado já apuradas, Azambuja somou 44,61% dos votos válidos, correspondentes a 576.993 eleitores. Odilon de Oliveira acumulou 31,62%, equivalentes a 408.969 votos.

O presidente da Assembleia Legislativa, deputado Junior Mochi (MDB) teve 11,61% dos votos, com 150.115 eleitores. Humberto Amaducci (PT) somou 10,26%, com 132.638; seguido por Marcelo Bluma (PV), com 1,28% da preferência e 16.544 votos. João Alfredo (PSOL), terminou em último, com 0,63% e 8.095 eleitores. (Do Correio do Estado)

 riopardonews@gmail.com
 (67) 98454-6626
 facebook.com/RioPardoNews