Português Italian English Spanish

Em debate acalorado, igrejas de Ribas pedem flexibilização do novo decreto

Em debate acalorado, igrejas de Ribas pedem flexibilização do novo decreto


Embora não tenham se manifestado antes, oportunamente, o prefeito Paulo Tucura e o vereador Paulo da Pax declararam apoio à reabertura das igrejas.

Cerca de trinta líderes religiosos de Ribas do Rio Pardo (MS) estiveram reunidos na noite desta quarta-feira, dia 27, com o prefeito Paulo Tucura (DEM), o presidente da Câmara, Paulo da Pax (DEM) e o procurador jurídico do Município, Edson Seki.

Padre e pastores querem que a Prefeitura flexibilize o Decreto nº. 044 que proibiu a abertura de centros religiosos, e demais estabelecimentos congêneres, em virtude da aglomeração.

Os líderes religiosos também reivindicam que as igrejas sejam reconhecidas como de serviços essenciais. O decreto anterior, válido até ontem (26), permitia cultos e missas desde que seguissem os critérios de prevenção ao novo coronavírus.

Embora não tenham se manifestado antes, oportunamente, o prefeito Paulo Tucura e o vereador Paulo da Pax declararam apoio à reabertura das igrejas.

Após diálogo acalorado, representantes religiosos e representantes do poder público, estipularam três caminhos para a tentativa de atender a reivindicação. 1ª: Uma comissão dos representantes foi formada, e tentará convencer o Comitê Municipal de Enfrentamento e Prevenção à Covid-19. 2ª: O procurador jurídico do Município, Edson Seki, assumiu compromisso de tentar tramitação judicial. 3ª: O presidente da Câmara tentará tornar a atividade dos centros religiosos como essenciais.

Assita o vídeo com partes da reunião:   

Por Kleber Souza em 28 de maio de 2020

 riopardonews@gmail.com
 (67) 99107-6961
 facebook.com/RioPardoNews
 (67) 99107-6961