Português Italian English Spanish

Eleição da Câmara revela possível “golpe” de vereadora que sonha em ser prefeita

Eleição da Câmara revela possível “golpe” de vereadora que sonha em ser prefeita

A conduta política instável de Fabiana Galvão inviabiliza qualquer chance dela ser candidata e mostra o quanto ela está desacreditada junto aos demais colegas.

Por Kleber Souza

A disputa pela presidência da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo (MS), levou vários dos 11 vereadores a prever uma tentativa da vereadora Fabiana Galvão (Patri) pavimentar sua candidatura a prefeita do município.

Ela quer os votos para ser presidente agora, ou cadeira de destaque na Mesa Diretora, inclusive apoio do prefeito Paulo Tucura, mas em 2020, passaria a rasteira no grupo e se lançaria candidata a prefeita. Este pensamento é fundamentado nas incoerências da vereadora entre o discurso e a prática e, também, no fato dela “bater e assoprar”.

Nos meios políticos, esta expressão define políticos sem lado, com projetos pessoais individualistas. “Na tribuna ela bate e depois assopra direto na cozinha do prefeito com os asseclas (conforme fotos já divulgadas), e dizendo amém com os próprios votos favoráveis a projetos do prefeito que a população não aprova”, raciocinam analistas atentos as manobras de bastidores da vereadora Fabiana Galvão.

A eleição da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Ribas do Rio Pardo acontece em sessão extraordinária nesta segunda-feira, dia 3 de dezembro. Integrantes do grupo de vereadores da base aliada do prefeito Paulo Tucura, também esperam receber o voto e o apoio de Fabiana Galvão, mas já demonstraram que não confia o suficiente na vereadora. Galvão já foi alvo de fortes críticas do vereador Paulo da Pax (PR).

Paulinho Machado e Paulo da Pax lideram o grupo da base do prefeito Paulo Tucura

Atualmente ela se comporta como situação, e já foi até rotulada de ‘base do prefeito’ pelo vereador Paulo da Pax (PR), nome forte para assumir a presidência no próximo biênio. Entretanto insiste em expor a incoerência. Perdida entre situação e oposição, Fabiana Galvão está isolada e nos últimos dias deixou de se reunir com o grupo ligado ao prefeito, e tamém com os independentes. 

 

Vereadora Fabiana Galvão, ex PEN

O grupo de vereadores da base política do prefeito na Câmara, Paulo da Pax (PR), Lourenço (PR), Paulinho Machado (MDB), Robertão (MDB) e Boca de Lata (MDB), de onde deve sair o novo presidente, esteve reunido em Ponta Porã (MS) no fim de semana, Fabiana Galvão não participou da reunião.

A conduta política instável de Fabiana Galvão, que elegeu-se na oposição acirrada e depois passou a andar o pé em duas canoas, inviabiliza qualquer chance dela ser candidata e mostra o quanto ela está desacreditada junto aos demais colegas.

“Como confiar em alguém que fala uma coisa e faz outra?”, comentam os políticos ao analisar nomes para uma composição alinhada com o propósito de independência do Poder Legislativo, que reina entre a maioria, principalmente no grupo que deseja ganhar a presidência.

 riopardonews@gmail.com
 (67) 98454-6626
 facebook.com/RioPardoNews