Português Italian English Spanish

Conheça os 4 vereadores que votaram contra o aumento e saiba o porquê

Conheça os 4 vereadores que votaram contra o aumento e saiba o porquê


Os quatro vereadores que votaram contra o aumento salarial de 28% para os políticos estão sendo elogiados pela população.

Por Kleber Souza

Os quatro vereadores que votaram contra o aumento salarial de 28% para os políticos estão sendo elogiados pela população. Eles atenderam o pedido do Rio Pardo News e enviaram explicação sobre seus votos. A vereadora Sônia Passos se omitiu de votar e ignorou o pedido da reportagem para se explicar.

Anderson Arry (Patri), Fabiana Galvão (Patri), Lucy Duarte (Patri) e Nayara Pereira (PSB), foram votos vencidos, diantes dos seis vereadores que atropelaram o sentimento dos eleitores que, lotaram e protestaram contra o aumento na última terça-feira, dia 22.

Vereador Anderson, pode explicar o motivo de ter votado contra?

Anderson Arry – Meu voto foi definido desde o primeiro momento, entendendo que o município de Ribas, não diferente de outros, está parcialmente ou em alguns casos totalmente carente de políticas públicas (infraestrutura, emprego habitação e serviços em saúde), tendo as pessoas já enfraquecidas pela falta de esperança. Não consigo ver razões que me mostram pensar diferente e ser favorável ao projeto. Obrigado ao Rio Pardo News pela oportunidade.

Vereadora Lucy, pode explicar o motivo de ter votado contra?

Lucy Duarte – Eu prometi pra população que sempre ia votar a favor da população e não gerar imposto, essas coisas, subir salário, porque nós não conseguimos trazer uma indústria pra cá, não conseguimos gerar um emprego, como que a gente vai ficar subindo o nosso salário. Eu acho que não é o momento. E 28% talvez seria muito.

Vereador Nayara, pode explicar o motivo de ter votado contra?

Nayara Pereira – O momento não é apropriado. Ribas infelizmente passa  por dificuldades na oferta de serviços, alto índice de desemprego, entre outros problemas. Enfim, muitas e muitas familias sobrevivendo com o mínimo dos mínimos.

Vereadora Fabiana, pode explicar o motivo de ter votado contra?

Fabiana Galvão –   O que realmente me levou a ser contra, são as contas, são os números. Vai dar um acréscimo absurdo. E a gente, não é porque eu não vou estar numa próxima gestão, que nós vamos causar este tipo de problema.

A gente não sabe a tendência, a situação parece que está cada vez pior. A gente não vê uma luz no fundo do túnel. Então, como que nós vamos criar mais contas?

Então na verdade é isso, o que me fez realmente votar contra, foram os números. Eu acho que a gente tem que olhar pra frente, tem que pensar no futuro e a gente não enxerga uma luz no fundo do túnel. Então, como que nós vamos criar mais gastos e mais custos?

Com relação ao secretariado, eu acho que é um bom salário, porque a grande maioria das secretarias, elas trabalham até as treze horas. É um cargo, eu acho até mais importante do que o próprio vereador, porque eles executam. Nós não temos a autonomia de executar. É um caso a se pensar, você entendeu?

A única coisa que me faria discordar um pouco de não dar o aumento, seria o cargo de Secretário. Mas não os 28%, eu acho que tem que ter bom senso. É essa minha forma de pensar, foi assim que eu raciocinei e que me levou ao voto contra.

 riopardonews@gmail.com
 (67) 99107-6961
 facebook.com/RioPardoNews
 (67) 99107-6961