Português Italian English Spanish

Com samba enredo dos 50 anos, Vila Carvalho é campeã do Carnaval 2019

Com samba enredo dos 50 anos, Vila Carvalho é campeã do Carnaval 2019

A agremiação levou o caneco para casa com um total de 259,3 pontos.

A emoção tomou conta dos representantes das Escolas nos minutos finais da contagem. Foto: Bruna Vasconcelos

Por Bruna Vasconcelos do Midiamax

Com o samba-enredo em comemoração aos 50 anos de história, a Escola de Samba Unidos da Vila Carvalho se consagrou campeã do Carnaval 2019 de Campo Grande. A agremiação levou o caneco para casa com um total de 259,3 pontos. 0,5 a mais que a vice-campeã Deixa Falar.

A emoção tomou conta dos representantes das Escolas nos minutos finais da contagem. Wlauer Carvalho, vice-presidente e mestre de bateria chorou ao lembrar da trajetória da Vila Carvalho.

“É um grito que estava preso. 50 anos não são 50 dias, é a comemoração do Jubileu de Ouro. A comunidade, sem dúvida, foi a parte mais importante da Escola na avenida”, concluiu.

Os tamborins animados das baterias das escolas de samba anunciavam o início da apuração das notas das escolas de samba do Grupo Único. Centenas de foliões lotaram as arquibancadas da Arena do Horto Florestal, nesta quarta-feira de cinzas (6), para acompanhar o resultado dos desfiles do Carnaval 2019.

Com a extinção do Grupo de Acesso, as sistemáticas da apuração também sofreram mudanças. Um dos novos critérios é que cada presidente confira a planilha de cronometragem para que fiquem cientes de onde vieram as penalidades.

A principal mudança se deu na forma como as notas foram divulgadas. Antes, eram anunciadas todas as avaliações de cada quesito por Escola. Na nova modalidade, a apuração foi realizada por agremiação na ordem das apresentações.

A explicação do presidente da Lienca, Eduardo Neto, alterou os ânimos dos integrantes das Escolas que acompanhavam o evento das arquibancadas. Alguns componentes chegaram a vaiar o presidente, demonstrando insatisfação com a nova sistemática.

Algumas agremiações foram penalizadas por não apresentarem o número mínimo de integrantes em cada ala. Unidos do Aero Rancho, Cinderela Tradição do José Abrão e São Francisco perderam 1 ponto e saíram em desvantagem. Unidos do Cruzeiro foi a única escola do segundo dia de apresentações que sofreu penalidade e perdeu 0,1 da pontuação.

A contagem das notas foi feita na mesma dos desfiles: Unidos do Aero Rancho, Cinderela Tradição do José Abrão, Unidos do Cruzeiro, Catedráticos do Samba, Deixa Falar, Igrejinha e Unidos da Vila Carvalho.

As Escolas de Samba foram avaliadas nos quesitos bateria, samba-enredo, comissão de frente, evolução,  fantasia, enredo, harmonia, alegorias e adereços,  mestre-sala e porta-bandeiras e baianas.

A Unidos do São Francesco ficou em último lugar com a pontuação de 213,2. Conforme divulgado por Eduardo Neto, como consequência a agremiação deve ter uma redução de 30% no valor total da verba repassada pela Liga.

Unidos do Aero Rancho ficou em 7o lugar com 224,2 pontos.

A Cinderela Tradição do José Abrão e a Unidos  da Vila Cruzeiro empataram com um total de 241,2 pontos. Com 242,8 pontos, a Catedráticos do Samba conquistou o quarto lugar.

A vice-liderança ficou com a Deixa Falar que trouxe o enredo em homenagem a Glorinha Sá Rosa e totalizou 258,8 pontos. Em terceiro lugar, a Igrejinha conquistou um total de 256 pontos.

 riopardonews@gmail.com
 (67) 98454-6626
 facebook.com/RioPardoNews