Português Italian English Spanish

Após arrecadação recorde em 2018, Ribas terá ainda mais dinheiro em 2019

Após arrecadação recorde em 2018, Ribas terá ainda mais dinheiro em 2019

No último ano, mais de R$ 109 milhões passaram pelos cofres públicos do Município.

No último ano, mais de R$ 109 milhões passaram pelos cofres públicos do Município. (Assessoria)

Por Kleber Souza do Rio Pardo News

Se existe uma coisa que o prefeito de Ribas do Rio Pardo (MS), Paulo Tucura (MDB), não pode reclamar, é da falta de recursos para administrar, investir e melhorar a qualidade de vida dos moradores do Município.

Utilizar a palavra “crise” para argumentar a ineficiência, inoperância e incompetência, características de sua gestão, é no mínimo deselegante. Isso porque, nunca se arrecadou tanto, quanto em 2018. Os números não mentem.

No último ano, mais de R$ 109 milhões passaram pelos cofres públicos do Município. O valor superou em 35% o orçamento inicial, que previa cerca de R$ 87 milhões para o período. Este foi o maior montante arrecadado desde 1944, quando o município foi criado. E felizmente, as notícias positivas não param por aí.

Para 2019, a sorte parece insistir em ser aliada de Paulo Tucura, sua equipe e principalmente da população de Ribas do Rio Pardo. A boa nova desta semana é a confirmação definitiva do aumento no índice de repasse do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS).

Em Mato Grosso do Sul, 55 cidades terão aumento no percentual. Entre elas está Ribas do Rio Pardo, que ficou entre os 30 municípios sul-mato-grossenses que mais geraram riquezas e terão mais dinheiro para investir já a partir deste mês.

25% dos recursos recebidos pelo Governo do Estado, referente ao ICMS, deve obrigatoriamente ser gasto com a Educação. Uma oportunidade do prefeito agir de maneira diferente dos dois primeiros anos de sua gestão, quando deixou os alunos da Rede Municipal de Ensino iniciarem o ano escolar sem material e uniforme.

15% do montante são destinados à Saúde. Neste caso, o básico do básico também precisa ser feito. Historicamente a população riopardense clama por medicamentos simples, que sempre estão em falta. Mesmo com todo excesso de arrecadação, em 2017 e 2018, assistimos a ‘saúde doente’ em Ribas do Rio Pardo (MS).

Diante deste cenário positivo em que se vê nitidamente 'o cofre cheio', a expectativa da população é que em 2019 as coisas melhorem.

Resultado da receita municipal é um dos componentes avaliados

Foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) a resolução nº 2.994, da Secretaria de Estado de Fazenda (Sefaz), que define o índice definitivo do repasse que será enviado aos 79 municípios de Mato Grosso do Sul. A divulgação é feita anualmente em cumprimento de norma nacional.

Além disso, a divulgação do percentual serve para estabelecer o índice de participação dos municípios na arrecadação do ICMS que ocorrerá no ano seguinte.

Conforme informado pela Associação das Prefeituras de Mato Grosso do Sul (Assomasul), o índice de participação dos municípios na arrecadação do ICMS leva em conta os seguintes critérios: valor adicionado (75%), receita própria (3%), extensão territorial (5%), números de eleitores (5%), ICMS ecológico (5%) e uma parte igualitária entre os 79 municípios (7%).

 riopardonews@gmail.com
 (67) 98454-6626
 facebook.com/RioPardoNews