Português Italian English Spanish

Aluna da escola JOPA representou Ribas e MS em Conferência Nacional pelo Meio Ambiente

Aluna da escola JOPA representou Ribas e MS em Conferência Nacional pelo Meio Ambiente

Ao Rio Pardo News, Estefânia disse que o principal aprendizado que trouxe na mala foi a união.

A estudante riopardense e aluna da Escola Dr. João Ponce de Arruda, Estefânia Rodrigues de Souza Dubay de 13 anos, representou entre os dias 15 e 18 de junho, Ribas do Rio Pardo e também Mato Grosso do Sul, na 5ª edição da Conferência Nacional Infantojuvenil pelo Meio Ambiente (V CNIJNA). A etapa final do evento aconteceu na cidade de Sumaré, no interior paulista.


Em maio deste ano, acompanhada pela professora Sônia Passos, Estefânia foi selecionada na etapa etapa estadual da conferência, que aconteceu em Campo Grande-MS.

A Conferência é um processo que mobiliza escolas brasileiras públicas e privadas. É um processo participativo que reúne estudantes, professores e comunidade para dialogar e refletir sobre as questões socioambientais.

Ao Rio Pardo News, Estefânia disse que o principal aprendizado que trouxe na mala foi a união. "Lá, tudo era à base da união. Todos precisamos de todos. Fizemos projetos juntos, realizamos oficinas juntos. Eles passaram a mensagem de que a união realmente faz a força, por que ninguém salva as águas sozinho, ninguém salva o mundo sozinho. Trouxe esse aprendizado para cá, vou repassar tudo isso pros meus colegas, vamos todos nos juntar para iniciar novos projetos", conta. 

Em Sumaré-SP, a delegação de Mato Grosso do Sul, formada por 15 alunos, apresentou o projeto "Córrego Vendas, conhecer para reconhecer", da escola campograndense Hércules Maymone. Estefânia explica que "este projeto consistia em estudar o córrego Vendas, que é um córrego que passa atrás da escola (Hércules Maymone), através de suas trilhas".

Durante o encerramento do evento, a organização passou uma mensagem figurativa pedindo que os conferencistas evaporassem, como faz a água em seu estado gasoso. "A “gotinha” é parte de uma das missões que foram impostas a nós. A gotinha é o final de tudo, chegamos lá como nascentes, depois formamos riachos, rios, bacias hidrográficas e no final nos juntamos todos em um só oceano. A gotinha é o final de tudo, que seria a missão que teríamos que trazer, passar e repassar tudo que aprendemos e tudo que vivenciamos. E a minha gotinha é trazer todas a ideias de projetos que eu vi lá, e em cima disso criar novos projetos. Passar ideias novas, pra iniciamos um nova fase do projeto Rio Pardo Vivo, que é o projeto que levei para etapa estadual representando Ribas", finaliza Estefânia.

Assista ao vídeo com a mensagem final dos alunos de Mato Grosso do Sul:

Por Kleber Souza/Rio Pardo News

 

 riopardonews@gmail.com
 (67) 98454-6626
 facebook.com/RioPardoNews