Português Italian English Spanish

Água parda invade Mantena e transforma ribeirão em “mar de lama”

Água parda invade Mantena e transforma ribeirão em “mar de lama”

O desmatamento da mata ciliar é um dos fatores que contribuem para o lamentável fenômeno.

A sensação é de que uma quantidade muito grande de barro avermelhado invadiu o Mantena (Foto Dininho Almeida)

Por Kleber Souza do Rio Pardo News

As límpidas águas do ribeirão Mantena amanheceram sujas, com tonalidade parda, nesta segunda-feira, dia 21. O lamentável incidente que transformou o cartão postal da cidade de Ribas do Rio Pardo (MS) em um ‘Mar de Lama’ foi noticiado nas redes sociais por diversos moradores.

A sensação é de que uma quantidade muito grande de barro avermelhado invadiu o Mantena em algum ponto do curso d’água, deixando-o irreconhecível. Assista ao vídeo no final matéria. 

O radialista Dininho Almeida reside em uma chácara banhada pelo Mantena. Ele fez questão de registrar a situação e descreveu o fato como ‘decepcionante’, e destacou o grito silencioso do ribeirão “O MANTENA PEDE SOCORRO”.

Em um vídeo, Dininho iniciou dizendo que não estava no Rio Pardo, nem no Rio Botas. Rios que historicamente possuem as águas pardas. “Essa cor dessa água que você está vendo aí, é o Mantena”, disse.

O radialista foi enfático ao anunciar que “estão acabando com nosso Mantena”, e convocou as autoridades competentes a agirem rápido e cuidar de verdade desta que é uma de nossas riquezas. “Gente, vamos cuidar do que é nosso, enquanto dá tempo ainda. É um lugar lindo, mas pode acabar”.

Em menos de 7 horas, o vídeo foi visualizado mais de 3200 vezes. Demonstrando o quanto a população se preocupa com o problema.

O Plano de Governo apresentado pelo prefeito Paulo Tucura, durante a campanha eleitoral de 2016, prevê “Ações com parcerias para a recuperação de mananciais importantes do município como: córrego Mantena e córrego da Areia”. Até o momento, nenhuma autoridade se manifestou oficialmente.

O MAR DE LAMA

Informações oficiosas dão conta de que o desmatamento da mata ciliar na cabeceira e nas margens do ribeirão Mantena, é um dos fatores que contribuem para o lamentável fenômeno. Sem essa ‘camada’ de proteção, a água escorre junto com o barro para o leito do rio.

Ao longo das margens do Mantena, além do desmatamento, também é cada vez mais comum encontrar o manejo inadequado do solo, bem como, a construção de açudes e represas.

ASSISTA AO VÍDEO:

 

VEJA COMO É A ÁGUA DO MANTENA:

 
 riopardonews@gmail.com
 (67) 98454-6626
 facebook.com/RioPardoNews