Português Italian English Spanish

É Campeão!: EC União vence Santo André e conquista Municipal de Futebol 2019

É Campeão!: EC União vence Santo André e conquista Municipal de Futebol 2019

A disputa de bola no centro do gramado e o placar, predominaram até o apito final: 1 a 1.

A equipe do Esporte Clube União não sofreu derrota na competição. 

Por Kleber Souza

O Esporte Clube União venceu, nos pênaltis, o Clube Atlético Santo André, por 4 a 3, neste sábado, dia 7, e conquistou o título de Campeão Municipal de Futebol Amador de 2019. Intitulada Taça Rio Pardo de Futebol de Campo, a competição após a primeira fase foi dividida em duas séries: Ouro e Prata.

Na disputa da Série Prata, uma espécie de repescagem, o Matsubara venceu a Escolinha de Ribas e ficou com o título da “2ª divisão”.

O JOGO

Embora os gols tenham sido anotados apenas no primeiro tempo, o jogo foi ‘pegado’ nas duas etapas, com as duas equipes buscando a meta adversária sempre.

Formado por atletas mais jovens que o Santo André, o União foi mais ousado e abriu o placar, antes dos 10 minutos de jogo, com Ronan. Antes do fim da primeira etapa, o Santo André empatou com Dieguinho.

No segundo tempo, os times continuaram buscando a vitória, mas por alguns momentos, o excesso de força deixou o jogo truncado e violento. A disputa de bola no centro do gramado e o placar, predominaram até o apito final no 2º tempo: 1 a 1.

O Clube Atlético Santo André manteve a tradição de sempre estar entre os melhores. 

PENALIDADES

O título do União começou a tomar forma loga na primeira cobrança, quando Warley Neguinho bateu pra fora. Na perna esquerda, Cleidson mostrou categoria com chute rasteiro e cruzado: 0 a 1 União.

Welliton para o Santo André e Sidão para o União, converteram em gols suas cobranças. Na sequência, brilhou a estrela do goleiro Edniel que defendeu o chute de Tadeu (Santo André): 1 a 2 União.

Ediniel Silva, goleiro do União, foi eleito o melhor em campo na grande final. 

A vantagem deixou de ser ampliada, quando o camisa 5 do União, Luiz Otávio chutou pra fora. O atacante Filó, reascendeu as esperanças do Santo André e deixou tudo igual, 2 a 2. Mas, com frieza singular, Felipe Ramos recolocou o União na frente.

Frieza também não faltou ao último batedor do Santo André, Dieguinho, caminhando tranquilamente partiu para a cobrança e converteu com extrema categoria: 3 a 3. A decisão ou não do título ficou então nos pés de Jonathan Santos, o Biribinha (União) e nas mãos do goleiro Júnior Sales, o Juninho Benega (Santo André).

Melhor para o camisa 17, Biribinha que de canhota mandou para o fundo das redes e garantiu o título ao Esporte Clube União: 4 a 3.

No Facebook, o técnico campeão, Adriano Makalé, escreveu: "O talento vence jogos, mas só o trabalho em equipe ganha campeonatos".

 riopardonews@gmail.com
 (67) 99107-6961
 facebook.com/RioPardoNews
 (67) 99107-6961