Português Italian English Spanish

Marca Tucura na Educação: telefone das escolas cortados por não pagamento

Marca Tucura na Educação: telefone das escolas cortados por não pagamento


Somente na sexta-feira, dia 31, os serviços foram restabelecidos.

Por Kleber Souza

Os problemas administrativos na gestão do prefeito Paulo Tucura (MDB) parecem não ter fim. Durante os dois anos e meio de mandato, a população sofre com a falta de planejamento e utilização irresponsável dos abundantes recursos arrecadados que já ultrapassam a estratosférica marca de 240 milhões.

Desta vez, a notícia que estampa a incompetência administrativa de Paulo Tucura fica por conta da suspensão dos serviços da OI, ligações telefônicas e sinal de internet foram interrompidos, em todas as escolas municipais. O motivo do ‘corte’ seria a inadimplência junto a empresa telefônica.

Na terça-feira (28), a redação do Rio Pardo News realizou testes, ligando em todas as escolas do 1º ao 9º ano, e constatou que a ligação não completava. Nos números nos números 67-3238-1760 (Escola Municipal São Sebastião), 67-3238-1426 (Escola Municipal Iracy da Silva Almeida), 67-3238-2260 (Escola Municipal Alcindo Vicente Ferreira) e 67-3238-3664 (Escola MunIcipal Mareide Monteiro), sequer recebiam ligações.

“Oi, no momento este telefone está programado para não receber chamada”, diz a mensagem automática da operadora quando acontece a tentativa.

Na Escola Municipal Iracy da Silva Almeida, foi constatado que o fornecimento do sinal de internet também foi interrompido. Problema que se repetiu no fim do mês de abril e deixou parte da escola sem acesso.

Somente na sexta-feira, dia 31, os serviços foram restabelecidos. O descaso administrativo deixa a população cada dia mais preocupada com o destino do município que, bate seguidos recordes de arrecadação, mas não vê seus impostos revertidos em benefícios.

Falta desde dipirona e ibuprofeno na farmácia municipal. No hospital falta seringas, sifão na pia do banheiro e os lençóis estão rasgados. Gazes e esparadrapos nas UBSs. A operação tapa-buracos não vence os buracos.

Os serviços mais básicos são precários, a ponto de não conseguir manter em dia, o pagamento de uma simples conta telefônica.

Cadê o nosso dinheiro prefeito?

SEM RESPOSTA!

Acionada na quarta (29), a assessoria de Comunicação da Prefeitura respondeu que “as informações solicitadas foram enviadas à Secretaria Municipal de Educação, assim que obtivermos respostas, retornaremos!”. Mas, não respondeu.

Antes, a reclamação já havia sido passada, na noite de terça-feira, para a secretária de Educação, Juliana Meza, que também prometeu retorno e não respondeu a reportagem, até hoje (3), no fechamento desta matéria. 

 riopardonews@gmail.com
 (67) 99107-6961
 facebook.com/RioPardoNews
 (67) 99107-6961