Português Italian English Spanish

“Pelo amor de Deus, parem de ir pra Campo Grande”, suplica secretária de Saúde

“Pelo amor de Deus, parem de ir pra Campo Grande”, suplica secretária de Saúde


Helenice suplicou para que a quarentena inicial de 15 dias, seja respeitada.

Helenice suplicou para que a quarentena inicial de 15 dias, seja respeitada.

A secretária de saúde de Ribas do Rio Pardo (MS), Helenice Falcão, comentou na manhã desta sexta-feira, dia 20, o andamento das medidas de prevenção e combate a possível chegada do Covid-19 ao município.

“Não existe ainda até o momento nem mais um caso. Esse caso que foi falado, falando que tem um caso suspeito, é aquele mesmo que continua no boletim do Estado como descartado. É o mesmo paciente que chegou de fora, o mesmo que desde o dia 1º chegou de fora”, disse.

De acordo com a Falcão, o caso de Ribas do Rio Pardo foi colocado como suspeito pela Secretaria de Estado de Saúde, por conta da viagem à Europa feita pela paciente no fim de fevereiro.  

Em entrevista ao site Portal Conexão MS, a secretária disse que está sendo muito difundido que a senhora monitorada com suspeita de coronavírus em Ribas do Rio Pardo, teria cometido erro “de estar no meio das pessoas”.

Helenice destacou que quando ela chegou de viagem do exterior, não existia nada desses procedimentos. “De isolamento do paciente que chega do exterior. As mudanças estão sendo diárias, então o que eu quero pedir pra população, nós vamos informar se sair algum caso confirmado. Eu não tenho o porquê esconder”.

Falcão explica que existe muita preocupação neste sentido. “Nós temos interesse em avisar a população, se houver algum caso”.  

O PERIGO DAS VIAGENS!

Questionada sobre o procedimento para os que chegam de viagem, principalmente das cidades com muitos casos, a secretária foi enfática. “O ideal é a pessoa já estar convencida do perigo que estamos correndo. Que é um perigo eminente que vai chegar em Ribas, nós estamos correndo esse perigo. Então, o ideal seria que essa pessoa se isolasse”.

Alertando para a importância do isolamento. Helenice suplicou para que a quarentena inicial de 15 dias, seja respeitada. “E pelo amor de Deus gente, para de ir pra Campo Grande. A gente fecha tudo, para tudo o movimento e vão passear em Campo Grande. Pelo amor de Deus gente, vocês vão trazer pras pessoas”, finalizou.

Por Kleber Souza/Rio Pardo News em 20 de março de 2020

 riopardonews@gmail.com
 (67) 99107-6961
 facebook.com/RioPardoNews
 (67) 99107-6961