Português Italian English Spanish

Tucura inicia 2020 com ‘festival de nomeações’ e gentilezas

Tucura inicia 2020 com ‘festival de nomeações’ e gentilezas


Somente na última sexta-feira, dia 7, foram publicadas 19 portarias

As primeiras semanas do último ano de mandato do prefeito Paulo Tucura (DEM) foram marcadas por um festival de nomeações e gentilezas. O líder do executivo municipal ignora o próprio discurso oportunista de crise, usado desde quando sentou na cadeira como líder do executivo em 2017 e incha ainda mais a folha de pagamento da Prefeitura de Ribas do Rio Pardo (MS).

O foco na reeleição pode ser a justificativa da caneta azul do prefeito estar tão “leve”. A farra de cargos comissionados na Prefeitura, passa por exonerações, nomeações, troca de funções e gratificações, e reflete o Projeto de Lei Complementar nº 010/2019.

Em novembro de 2019, mantendo a postura omissa, conivente e irresponsável com as contas públicas, a Câmara Municipal disse “amém” ao pedido do prefeito e autorizou a criação de 12 novos cargos. A manobra conjunta entre Tucura e os vereadores “da base” elevou de 58 para 70, o número de assessores.

Os cargos são conhecidos no jargão popular como “puxa-sacos” políticos. “O Tucura pensa quem engana a população, mas está enganado. Ele exonera um e nomeia três”, comenta um internauta.

Só em 2020, as portarias com “idas, vindas e gentilezas” já ultrapassam o número 90. Além do cargo de confiança, o grande parte dos Assessores são agraciados com gratificações de 70% de acréscimo em cima do salário base. “Isso não existe. Qual empresa séria faz isso?” questiona o internauta Pedro Albuquerque.

EX-VEREADOR NO GABINETE

Somente na última sexta-feira, dia 7, foram publicadas, no Diário Oficial do Municípios, 19 portarias que tratam da “entrada, saída e gentileza” a comissionados.

Entre os novos “ajudantes” do prefeito, está o ex-vereador Adriano Nogueira. Ele já exerce desde o dia 3 de fevereiro o cargo de Assessor de Gabinete, com representação de 50%. Seu salário deve ficar na casa dos R$ 4 mil.

Por Kleber Souza/Rio Pardo News em 11 de fevereiro de 2020

 

 riopardonews@gmail.com
 (67) 99107-6961
 facebook.com/RioPardoNews
 (67) 99107-6961